Tim Maia a fase racional

Na década de 70 entrou em contato com a ideologia Cultura Racional, liderada por Manuel Jacinto Coelho, um “guru” da ufologia, quando lançou, (1975), os álbuns Tim Maia Racional, volumes 1 e 2 pelo selo Seroma (palavra “amores” ao contrário e abreviação do próprio nome “Sebastião Rodrigues Maia”).

São considerados por muitos os melhores de Tim Maia, com grandes influências de funk e soul e pelo fato de que nesta época Tim Maia manteve-se afastado dos vícios, o que refletiu na qualidade de sua voz.

Desiludido com a ideologia, percebeu que o “mestre espiritual” Manuel não correspondeu ao ideal de um mestre. O cantor, revoltado, tirou de circulação os álbuns, tendo virado item de colecionadores, devido à raridade. Deste disco existem várias pérolas, uma das quais é Imunização Racional.

Já nos anos 2000 foram descobertas novas músicas pertencentes à “fase racional”, no que foi intitulado de verdadeiro “racional 3”, podendo-se mencionar as faixas: “You Gotta Be Rational”, “Escrituração Racional”, “Brasil Racional”, “Universo em Desencanto Disco”, “O Grão Mestre Varonil”, “Do Nada ao Tudo” e “Minha Felicidade Racional”, disponibilizadas apenas na Internet.

Após o término de sua fase racional, Tim voltou a seu antigo estilo de música e vida e mais sucessos se seguiram: “Sossego” (do LP “Tim Maia Disco Club”, de 1978), “Descobridor dos Sete Mares” (faixa-título do LP de 1983, que também trouxe “Me Dê Motivo”) e “Do Leme ao Pontal” (de “Tim Maia”, 1986).

Segue uma animação para a música Imunização Racional (Que beleza!) do disco Tim Maia Racional volume 1 que ficou bem bacana, ja que não existe nenhum clipe oficial da época.

Fonte: Wikipedia

Colabore com o blog, envie-nos sugestões para contato@uteisefuteis.com.br . Em busca de uma parceria inteligente entre blogs? clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *